segunda-feira, 9 de março de 2009

Quando a poesia é apenas dor


Sinto vontade de escrever mas nao sei sobre o quê.
A poesia nasce em nós como dor,
Desejo que se cala e rouba a palavra.

Então decidi escrever sobre nada,
Nada que faça sentido,
Decidi sentir, uma vez que a palavra foi roubada na dor.

O silêncio doi pois a alma está grávida da poesia,
As mãos nao encontram o destino da idéia mestra,
A mente apenas sente o esplendor do espírito que pare o verso.

Um comentário:

aninhamartinelli disse...

muito bonito pastor!! Gostei muitoo destaaa poesia!! espero que também vá lá ver as minhas!! bjuss